Postado em porVerônica Waclawovsky

Câncer de Mama, vamos falar sobre isso?

O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há diversos tipos de câncer de mama. Alguns tendem a se desenvolver mais rapidamente, outros não. 

Este é o câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, tendo crescimento de 25% de casos novos a cada ano.

Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

O movimento Outubro Rosa iniciou-se nos Estados Unidos, nos anos 90, como campanha para incentivar a população a participar do controle e prevenção do câncer de mama. Comemorado todos os anos, este movimento tem por objetivo compartilhar de informações sobre a doença e promover a conscientização sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama.

O câncer de mama pode ser identificado ainda nas fases iniciais, na maioria dos casos, o que aumenta as possibilidades de cura. Independente da idade, toda mulher deve conhecer seu corpo para entender o que é e o que não é normal. A maioria dos casos, a descoberta é feita precocemente com o autoexame.

[fonte: INCA - INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER]

 

O QUE CAUSA CÂNCER DE MAMA? - #SeToquePelaVida Romance e Favorita

Diversos fatores estão relacionados ao câncer de mama, sendo assim, não existindo uma causa única. O risco de desenvolver a doença aumenta conforme a idade, sendo maior a partir dos 50 anos.

Fatores de Risco

  • Comportamentais/ambientais
  • Obesidade e sobrepeso após a menopausa.
  • Sedentarismo (não fazer exercícios).
  • Consumo de bebida alcoólica.
  • Exposição frequente a radiações ionizantes (raios X, mamografia e tomografia).

História reprodutiva/hormonais

  • Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos.
  • Não ter tido filhos.
  • Primeira gravidez após os 30 anos.
  • Não ter amamentado.
  • Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos.
  • Ter feito uso de contraceptivos orais por tempo prolongado.
  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Hereditários/genéticos

  • História familiar de:

• Câncer de ovário.

• Câncer de mama em homens.

• Câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos.

A mulher que possui alterações genéticas herdadas na família, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2, tem risco elevado de câncer de mama.

Apenas 5 a 10 % dos casos da doença estão relacionados a esses fatores.

Há possibilidade de reduzir o risco de câncer de mama. Manter o peso corporal adequado, praticar atividade física e evitar o consumo de bebidas alcoólicas ajudam a reduzir o risco. A amamentação é considerada também um fator protetor.

QUAIS SÃO OS SINAIS E SINTOMAS DO CÂNCER DE MAMA? - #SeToquePelaVida Romance e Favorita

  • Caroço (nódulo) fixo e geralmente indolor.
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.
  • Alterações no bico do peito (mamilo).
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço.
  • Saída de líquido anormal das mamas.

COMO FAZER O AUTOEXAME? - PREVENÇÃO CÂNCER DE MAMA - #SeToquePelaVida Romance e Favorita

1. De pé, em frente ao espelho, observe o bico dos seus seios, a superfície e o contorno das mamas.

2. Mantenha-se na mesma posição e levante os braços. Observe se o movimento altera o contorno e a superfície das mamas.

3. Deitada, com a mão direita, faça movimentos circulares suaves na mama esquerda, apertando levemente com a ponta dos dedos. Após, repita o processo, porém com a mão esquerda na mama direita.

4. Por fim, no banho, com a pele ensaboada/molhada, eleve o braço e deslize os dedos suavemente sobre a mama estendendo até a esquerda.

É recomendado que mulheres, além de estarem sempre atentas ao próprio corpo, façam exame de rotina. Neste caso é recomendado a realização de mamografia.

Mamografia é uma radiografia das mamas, realizada por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de visualizar alterações suspeitas.

É recomendado que Mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos. A mamografia para avaliar uma alteração suspeita na mama é chamada de mamografia diagnóstica e poderá ser feita em qualquer idade

A saúde é um direito da população e dever do Estado. Para informações sobre os serviços de saúde de sua cidade, procure a Secretaria Municipal de Saúde.

Compartilhe essa ideia - #SeToquePelaVida - Outubro Rosa Romance e Favorita